Dogma, Tabu... "Cala a boca maluco!"

Dogma, Tabu... “- Cala a boca maluco!”

 - Virgem? Jesus nasceu de uma virgem?  José nunca “ficou” com Maria? Nem uma “vezinha”?

- Cala a boca menino! Mais respeito!

- Mas... “seu” padre... foi o anjo que “ficou” com Maria?

- Ninguém “ficou” com Maria, menino! A fecundação se deu por uma “obra” de Deus e Maria permaneceu virgem imaculada.

- Como é que pode “seu” padre: foi coito vestibular ou inter-femural? Foi nas coxas?

- O QUE?... O QUEEEEE?.... (padre empalidecendo, se benzendo, encostando-se à mesa, com taquicardia... sem ar... procurando gritar) AONDE VOCÊ APRENDEU ISSO?... seu, seu...

- Escutei meu pai conversando com minha mãe a respeito da filha da vizinha que está grávida, mas dizem que é virgem.

- ISSO É DOGMAAAAAAA! (padre desmaiando).

Dogma é conceituado como sendo um ponto fundamental da doutrina de determinada sociedade, geralmente religiosa, sobre o qual não cabe discussão.  O indivíduo tem que aceitar. Pronto e acabou!

Outro dogma da religião católica é sobre a infalibilidade papal.

O Papa falou... tá falado!  Papa não erra!

O dogma é o irmão intelectual do tabu.

Tabu, por exemplo, é não poder ser discutida - apenas um exemplo absurdo - a genialidade do filho de um presidente de um país imaginário do continente asiático que repentinamente virou gênio, ficou rico, fabulosamente rico e num passe de mágica adquiriu uma enorme fazenda no Himalaia para criação de iaque.

Por que não se pode discutir? Porque é tabu! Não se pode duvidar! Gênio é gênio!

Os dogmas formam as bases das teorias teístas desde que o homem formulou o primeiro pensamento a respeito da sua existência.

As religiões e seitas historicamente sempre cometeram todos os desatinos – matando, saqueando cidades e enganando pessoas – com base nos dogmas.

Aos tabus são assemelhadas as discussões sobre homofobia, heterofobia, excluídos, fortunas mágicas, etnias, etc. no país onde só se pode falar o “politicamente correto”.

Se disser ou escrever alguma coisa que o político oportunista e canalha considerar como não sendo “politicamente correto” você será execrado publicamente, como se tivesse dito o maior absurdo do mundo.

Se você disser que não gosta de se relacionar com pessoas homofóbicas... tudo bem!...  os homossexuais aplaudirão. Se você for político, ganhará um monte de votos.

Mas... meu amigo! Se você colocar em discussão - aqui no Brasil - a questão da heterofobia dos homossexuais radicais como sendo uma forma de discriminação ou disser que eles são tão viciados em sexo como os heteros obsessivos sexuais, todos precisando de tratamento psiquiátrico/psicológico, como aconteceu com Tiger Woods nos Estados Unidos...

Não adianta pedir o auxílio de Asterix... o mundo cairá sobre a sua cabeça.

- O assunto é tabu... seu maluco!

- Discriminação racial pode?

- Se for para condenar, pode.  Mas se for para discutir... cala a boca idiota!

E você, o que acha?

Dê sua opinião!

Add comment


Security code
Refresh