Onde está a honestidade? O político esfinge! Compro tua alma!

Onde está a honestidade? O político esfinge! Compro tua alma!

“E o povo já pergunta com maldade:
Onde está a honestidade?
Onde está a honestidade?” (Noel Rosa)

O político esfinge 

Existem políticos que jamais emitem opiniões firmes sobre os questionamentos que lhe são apresentados.

Sempre dizem que irão consultar as bases... a bancada... a torcida... a sogra... a mulher... o porteiro do prédio (porteiro não pode, não é politicamente correto falar assim).

- Vamos ver!... Vamos ver!...

Cuidado, muito cuidado com o político “sabonete”, “esfinge”, que sempre desvia, a resposta nunca é conclusiva.

Você nunca sabe o que a “criança” pensa.

Se a pergunta envolver posicionamento sobre movimentos gays, de lésbicas, simpatizantes de qualquer grupo diferente, de mulheres santas ou de vida airada, negros, mestiços, invasores de terras, lavradores, analfabetos, locatários, miseráveis - desculpem... estes não existem mais... recebem mais dinheiro (bolsa disso e daquilo) que muitos assalariados...

Desculpem, outra vez, esqueci de falar dos transexuais, aqueles que cortaram o pinto e fizeram um arremedo de “perseguida” e também dos ricos empresários, financiadores de campanhas políticas e dos gloriosos artistas e intelectuais.

Continuando... A resposta para as questões envolvendo estes grupos citados invariavelmente será:

- Vamos deixar as coisas acontecerem...

- Vamos ver! Vamos ver! Vamos conversar!

- Acredito que já exista um projeto em elaboração, estamos discutindo!

- Claro, com certeza! Simpatizo muito com a causa!

- Por que não?

- O assunto é muito importante! Lógico que é!

- Vou analisar com muito carinho!

- O povo brasileiro sabe que minha principal característica é a honestidade!

Parece que estas respostas fazem parte do manual dos políticos.

Na posse recebem a notícia das ajudas de custo, já depositadas em suas contas bancárias, para iniciarem suas “árduas” tarefas; a chave do gabinete totalmente equipado, inclusive com 75 assessores; o carro oficial com motorista e... O Livrinho de Ouro das Evasivas Respostas Políticas, da Editora Chegueiaquiotárioagorameaguenta, Qualquer Lugar, 2011, 171 págs.

Só existem respostas firmes, segundo o “Livrinho”, quando a pergunta envolve classe média, branco e homem.

O homem heterossexual é o carrasco da humanidade, aquele que não vale nada “enquanto” homem macho com pinto, branco, classe média.

Se abrir a boca e disser que é invasor de terra, logo, logo, será acionada sua instituição de classe, o MST, para produzir sua defesa.

Se reagir a uma ação policial na boca de pó do Complexo do Qualquer Coisa e for ferido... Os “Direitos Humanos” entram imediatamente em ação.

Se for um policial ferido por um dos “supostos” (tem gente que adora o termo) traficantes... Silêncio na mídia!

Se o ato praticado for contra uma mulher, não importa que não seja ele a vítima, será encaminhado para delegacia da mulher mais próxima:

-A lei daquela senhora te aguarda!

Se for contra criança, adolescente ou idoso, o caminho será a delegacia especializada na proteção dessas pessoas, não importa que ele tenha reagido a uma tentativa de roubo, praticada pelo velhinho e o pivete.

Na delegacia do idoso o velhinho logo perceberá que a maioria dessas delegacias, em outros estados, lógico, só existe por existir. Ele será encaminhado, mesmo que vá se arrastando e arfando, para outra delegacia.

Se não pertencer a nenhuma das minorias protegidas pelo PNDH-3 irá para a vala comum:

- Homeeeemmm!

- Tem salário e casa própria!

- Mas foi só um acidente de trânsito... eu colidi com o carro daquela senhora!

- Cala a boca traficante! (um tapa estala no pé-do-ouvido) (Obs.: “uma” tapa deve doer mais, não uso.)

- Ai!... Traficante não! Sou trabalhador, curso superior, carteira assinada, ganho acima do limite de isenção do IR.

- Ai! (outro tapa)

- Vou falar com meu partido!

- Seu traficante!... Que partido? Situação ou oposição?

- Oposição!

- Ai! (mais um tapa).

- Qual seu nome?

- FHC!

- Ai! (mais um)

- Pô! É Frederico Heitor

- Ah!

Compro sua alma

Hoje, o mal da humanidade está incrustado na classe média.

A Receita Federal é clara, quando estabelece suas regras:

Os que perceberam em 2010, ou 2011, 12, 13, qualquer ano, por exemplo, entre outras exigências, até R$22.487,24 ou R$1.873,93, por mês, estão isentos. Não precisam apresentar declaração para efeito de imposto de renda.

Gostaram da “vírgula vinte e quatro”?

“Vírgula vinte e cinco” paga!

Os empresários e banqueiros são beneficiários de inúmeras isenções e renúncias fiscais, ou seja, a União deixa de arrecadar para beneficiá-los.

Existe também o “cala-a-boca” cultural, tipo Lei Rouanet, que financia atividades culturais de simpáticos artistas, sites, blogs, jornais, revistas, escritores.

Os interessados recebem autorização para captar no mercado doações em dinheiro para investirem nos seus negócios.

Algumas atividades culturais realmente demandam investimento, como cinema e teatro, é compreensível!

A doação é deduzida pelo doador do imposto de renda devido, ou seja, o artista recebe dinheiro de impostos devidos, a união renuncia a impostos, deixa de recolher, para beneficiar o meio cultural.

É o “Cala-a-boca” cultural ou o “Compro-tua-alma-com-grande-prazer”!

A intelecualidade brasileira está amordaçada, vendeu a alma para o diabo!

Alguns incentivos para determinadas manifestaçõe culturais são difíceis de entender, como a “Turnê”.

Os artistas viajam sem contratos estabelecidos? Não são os contratantes que pagam a turnê?

Quer dizer que os artistas, cantores, compositores, atores, etc. recebem dinheiro para receberem mais dinheiro ainda?

Quando um grupo artístico internacional é contratado para vir em turnê ao Brasil eles fazem inúmeras exigências, parte do pagamento recebem antes da prestação de serviço. Viajam e ensaiam com tudo pago pelo interessado brasileiro.

Mas parece que o artista tupiniquim é muito diferente – olha o diferente aí!

Além do que recebem na “turnê”, ainda recebem uma graninha extra...

Não é uma maravilha?

“Os incentivos da União (governo) à cultura somam 310 milhões de reais: 30 milhões para a Funarte e 280 milhões para a Lei Rouanet (porcentagem investida diretamente pela União), enquanto o incentivo fiscal retira dos cofres da união cerca de um bilhão por ano.” (2010...) (Wiki...) 

As grandes fortunas individuais praticamente não existem, pois estão abrigadas em pessoas jurídicas com grandes isenções fiscais.

Empréstimo para esse povo é sempre com uns jurinhos bem baixinhos e os prazos para pagamento são enormes, com um período de carência fantástico, maravilhoso, muitas vezes se perde de vista... Literalmente!

Vide, vamos atualizar(2014), as "arenas" para a copa do mundo. Alô Corinthians!

Portanto, sobrou para a classe média sustentar toda a nação!

Que, por sua vez é odiada pelo governo petista... Marilena Chaui - Eu Odeio a Classe

Media  https://www.youtube.com/watch?v=uhpsgGjDuI4  (0,16")

De novo, o esfinge!

Cuidado, muito cuidado com os políticos sem opiniões próprias, aqueles vaselinas, sabonetes, os esfinges.

Você nunca sabe o que eles pensam porque eles estão só pensando neles próprios e você não sabe o que é o que eles querem... Além do seu voto!

Você não prestou atenção na época das eleições?

Vê se agora aprende!

Ele está enviando mensagem para os eleitores:

- CUIDADO, MUITO CUIDADO COM AS PESSOAS QUE VOCÊ ESCOLHE PARA ADMINISTRAR O SEU PAÍS!

Ah! Está arrependido?

Aguente mais quatro anos... Mas vai doer!

- Ai!

Dizem que dói só no início, depois você se acostuma... com a corrupção brasileira.

Não acredita?

(risos, muitos risos)

Pergunte para a oposição!

(risos, muitos risos)

Passa logo. É rápido, só quatro anos!

Rubinho Jacobina/Orquestra Imperial - ONDE ESTÁ A HONESTIDADE? (NOEL ROSA) http://bit.ly/bCWOOa

E você, o que acha!

Dê sua opinião!