Jamais se esqueça, sempre se lembre...

Jamais se esqueça, sempre se lembre...

Jamais se esqueça do primeiro encontro de olhares;

Sempre se lembre das primeiras palavras, mesmo que seja um simples “Oi, tudo bem?

Não se esqueça jamais do primeiro “Anote meu telefone”;

Em tempo algum deixe de lembrar do “Vamos sair?”

Recorde-se da mensagem e do telefonema do dia seguinte, naquele “Obrigado por me deixar te conhecer, estou adorando você”;

Mantenha na memória a sensação do calor do constante encontro de mãos;

Preserve sempre viva a lembrança da textura e o cheirinho de canela da pele aveludada no momento do beijinho de despedida;

Deixe que ela perceba seu rápido olhar - rápido, nunca insistente – de “gosto do que vejo”, quando ela se aproximar ou quando estiver indo;

Abrace seu corpo, traga-a de encontro ao seu, sempre com delicadeza, fazendo-a suspirar ao sentir o pulsar do teu desejo;

Na antevéspera da curva ascendente, nos sussurros da paixão, sempre no seu ouvido esquerdo - o lado poético do coração – mostre-lhe a medida do seu amor transformando-a na deusa da sua vida;

Mantenha a intensidade do arfar dela, nos momentos mais gloriosos do encontro íntimo, fazendo-o alongar-se no tempo até avizinhar-se a languidez da exaustão;

Faça com que ela seja a musa dos teus empreendimentos e senhora do teu destino;

Contrarie o poeta, modificando o desejo famoso, levando o amor a durar por toda a eternidade...

Jamais se esqueça, sempre se lembre...

 

E você, o que acha?

Dê sua opinião!

Comments 

 
-1 #1 Manuela 2012-05-07 21:19
jamais
Quote
 

Add comment


Security code
Refresh